quarta-feira, 13 de novembro de 2013

As Marcas de Um Líder Espiritual [01/03]


Defino liderança espiritual como ter o conhecimento de onde Deus quer que as pessoas estejam e tomar a iniciativa de utilizar os métodos de Deus para levá-las até lá confiando no poder de Deus. A resposta de onde Deus quer que as pessoas estejam está em uma condição espiritual e em um estilo de vida que manifesta Sua glória e honra Seu nome. Portanto, o objetivo da liderança espiritual é que as pessoas conheçam a Deus e O glorifiquem em tudo o que fazem. Liderança espiritual não tem tanto em vista direcionar as pessoas, e sim transformar as pessoas. Se formos o tipo de líderes que devemos ser, precisamos ter em vista o desenvolvimento de pessoas mais do que a determinação de planos. Você pode conseguir que as pessoas façam o que você quer, mas se não mudarem em seus corações, você não as liderou espiritualmente. Você não as levou para onde Deus quer que elas estejam.
Todos têm a responsabilidade da liderança em alguns relacionamentos. Mas minha preocupação nesse texto é com as características que uma pessoa deve ter para ser um líder espiritual que se sobressai tanto na qualidade do seu direcionamento quanto no número de pessoas que o seguem.
A liderança espiritual bíblica contem um círculo interno e um círculo externo. O círculo interno da liderança espiritual é aquela sequência de eventos que deve ocorrer na alma humana, a fim de que alguém faça progresso na liderança espiritual. Tais eventos são o mais absoluto necessário. São coisas que todos os cristãos devem alcançar em certa medida, e quando são alcançadas com alto fervor e profunda convicção, frequentemente conduzem o cristão à liderança espiritual. No círculo externo estão as qualidades que caracterizam tanto os líderes espirituais quanto os não-espirituais. O que eu gostaria de fazer agora nesse texto é simplesmente explicar e ilustrar essas qualidades no círculo interno e no círculo externo.

O Círculo Interno da Liderança Espiritual

1. Que Outros Glorifiquem a Deus

O objetivo supremo de toda liderança espiritual é que outras pessoas venham a glorificar Deus, isto é, que possam sentir e pensar e agir a fim de magnificar o verdadeiro caráter de Deus. De acordo com Mateus 5:14-16, um dos meios cruciais pelos quais um líder cristão leva outras pessoas a glorificarem Deus é sendo uma pessoa que ama tanto os amigos quanto os inimigos. "Vocês são a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. E, também, ninguém acende uma candeia e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa. Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus." Esse texto mostra que há uma atitude e um estilo de vida que é tão distinto que quando surge na arena da humanidade caída, oferece evidência válida de que há um Deus e que Ele é um Pai celestial gloriosamente digno de confiança. Quando a realidade das promessas de Deus de cuidar de nós e de fazer tudo cooperar para o nosso bem alcança nossos corações, de modo que não sucumbimos à ganância ou ao medo ou à vanglória, mas manifestamos um contentamento e um amor e uma liberdade para outras pessoas, então o mundo terá que admitir que aquele que nos dá esperança e liberdade deve ser real e glorioso.

2. Que Ama Tanto os Amigos Quanto os Inimigos Pela Confiança em Deus e Esperança em Suas Promessas

Mas como alcançamos um amor que é forte o suficiente para abençoar e orar pelos inimigos? A resposta oferecida na Escritura (e esse é o terceiro nível no círculo interno) é que confiar em Deus e esperar em Suas promessas conduz ao amor. Gálatas 5:6 diz, "Porque em Cristo Jesus nem circuncisão nem incircuncisão têm efeito algum, mas sim a fé que atua pelo amor." Isto é, quando temos uma fé forte na bondade de Deus, tal fé inevitavelmente atua em amor. Colossenses 1:4, 5 diz, "pois temos ouvido falar da fé que vocês têm em Cristo Jesus e do amor por todos os santos, por causa da esperança que lhes está reservada nos céus." Em outras palavras, quando nossa esperança é forte, somos libertados dos medos e cuidados que impedem o exercício livre do amor. Portanto, um líder espiritual deve ser uma pessoa que tem forte confiança na soberana bondade de Deus para fazer tudo cooperar para o seu bem. Do contrário, ele irá inevitavelmente cair na armadilha de manipular circunstâncias e explorar pessoas a fim de garantir para si mesmo um futuro feliz, do qual ele não está certo que Deus proverá.

3. Que Medita e Ora Sobre Sua Palavra

Mas como nós pecadores podemos ter esse tipo de confiança em Deus? Romanos 10:17 diz, "A fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo." E Salmos 119:18 diz, "Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei." Esses dois textos juntos nos mostram que a fé em Deus é alicerçada na Palavra de Deus. Quando ouvimos a Palavra de Deus, especialmente a pregação de Cristo em quem todas as promessas de Deus têm seu 'sim', somos constrangidos a confiar nEle, mas isso não ocorre automaticamente. Precisamos orar para que nossos olhos sejam abertos ao verdadeiro significado da Palavra de Deus na Escritura. Então, o líder espiritual deve ser uma pessoa que medita na Palavra de Deus e que ora por iluminação espiritual. Do contrário, sua fé se enfraquecerá e seu amor se extinguirá e ninguém será levado a glorificar a Deus por causa dele.

4. Que Reconheça Seu Desamparo

Mas finalmente, precisamos perguntar como uma pessoa se torna disposta a gastar tempo com e estar aberta para a Palavra de Deus? A resposta parece ser que precisamos reconhecer nosso desamparo. Toda verdadeira liderança espiritual tem suas raízes no desespero. Jesus recomendou o homem que disse, "Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador." Jesus disse a respeito do seu próprio ministério, "Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Pois eu não vim chamar justos, mas pecadores." Isso significa que o início da liderança espiritual deve estar no reconhecimento de que somos os doentes que precisam de um médico. Uma vez que somos humilhados a este ponto, estaremos abertos à leitura das prescrições do médico na Palavra. E conforme lemos as maravilhosas promessas que estão lá para aqueles de nós que confiam no médico, nossa fé se tornará forte e nossa esperança se tornará sólida. E quando nossa fé é forte e nossa esperança é sólida, todas as barreiras ao amor, como ganância e medo, serão varridas. Quando nos tornamos o tipo de pessoa que pode arriscar sua vida, mesmo por nossos inimigos, e que não guarda rancor e que devota suas energias a fazer o bem aos outros em vez de buscar o próprio engrandecimento, então as pessoas verão e darão glória ao nosso Pai nos céus.
A implicação desse círculo interno da liderança é que, a fim de liderar, você precisa estar à frente das pessoas no estudo da Bíblia e em oração. Penso que não haverá sucesso na liderança espiritual sem períodos prolongados de oração e meditação nas Escrituras. Líderes espirituais devem se levantar cedo para se encontrarem com Deus antes de encontrarem qualquer outra pessoa. Eles provavelmente têm um diário de insights e ideias, conforme leem a Palavra e oram. Eles querem ler livros a respeito da Bíblia (por exemplo, livros de J.I. Packer e Paul Little e John Stott e dúzias de outros escritores evangélicos excelentes) e a respeito de oração (por exemplo, os oito livros de E.M. Bounds). Eles querem se retirar por meio dia periodicamente com uma Bíblia e um bloco de notas e um hinário. Se você quer ser um grande líder de pessoas, você precisa se afastar das pessoas para estar com Deus.
Por John Piper. © Desiring God. Site em inglês: desiringGod.org | Português: satisfacaoemDeus.org |
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...