sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Dr. Martyn Lloyd-Jones


EALING, LONDON, UK (ANS) – O dr. Martyn Lloyd-Jones foi provavelmente o maior pregador Britânico do século vinte. O seu ministério em Westminster Chapel e os seus escritos granjearam-lhe respeito e admiração em todo o mundo. Ele teve uma influência decisiva em muitos indivíduos e no evangelicalismo como um todo.
Ele nasceu em Cardiff, Sul de Gales, no dia 20 de Dezembro de 1899 tendo vivido por algum tempo em pequenas aldeias no Centro de Gales. Depois de ter frequentado um liceu em Londres entre 1914 e 1916, foi como aluno estagiar medicina no Hospital de S. Bartolomeu. Em 1921 ele começou a trabalhar como assistente do Médico Real, Sir Thomas Horder.
Depois de lutar com a chamada para pregar durante dois anos, em 1927 ele voltou ao País de Gales, tendo-se casado com Bethan Phillips, aceitando um pedido para ministrar numa igreja em Aberafan (Port Talbot). 
Então, depois de uma década a ministrar em Aberafan, regressou a Londres, a Westminster Chapel, onde pastoreou com o Dr. Campbell Morgan. No dia antes de ser aceito oficialmente na sua nova responsabilidade, rebentou a guerra na Europa. Durante o mesmo ano (1939) ele tornou-se presidente da Comunhão de Estudantes Inter-Varsity (conhecida hoje como a Comunhão Cristãs nas Universidades e Escolas no Reino Unido). Durante a guerra ele e a família moveram-se para Haslemere, Surrey. Em 1943 o Dr. Morgan aposentou-se, deixando Jones como único Pastor de Westminster Chapel. 
O dr. Lloyd-Jones era famoso pelo seu estilo expositivo na pregação, e nos cultos de Domingo de manhã e à noite, em que ele pregava, eram atraídas centenas de pessoas, como também nos estudos Bíblicos às sexta-feiras que eram sermões no mesmo estilo. Ele levava muitos meses – mesmo anos – a expor um capítulo da Bíblia, versículo por versículo. Os seus sermões muitas vezes duravam entre cinquenta minutos, uma hora, atraindo muitos estudantes das universidades e escolas em Londres. Os seus sermões também eram transcritos e impressos praticamente literalmente, sendo lidos com avidez pelos que gostavam das suas pregações.
Lloyd-Jones continuou o seu ministério em Westminster Chapel até 1968, quando teve que ser submetido a uma enorme operação, fazendo-o reformar-se.
Foi pouco depois dele se reformar que eu encontrei o homem conhecido como “O Doutor” por todos os que o conheciam. Ele estava a viver em Ealing, Oeste de Londres. Eu fui convidado par ir a casa dele pelo seu neto, Christopher Catherwood, que mais tarde continuou a editar em livros muitos dos sermões de Lloyd-Jones. 
Pouco depois de me ter encontrado com “O Doutor”, que era um homem baixo com uma presença ponderosa, Christopher confidenciou-me que o avô tinha o terno hábito de ser partilhado pelos seus netos.
O dr. Martyn Lloyd-Jones pregou pela última vez no dia 8 de Junho de 1980 na Barcombe Baptist Chapel. Depois de uma vida inteira de trabalho, ele morreu em paz quando dormia na sua casa em Ealing no dia 1 de Março de 1981. Um culto bem assistido de ação de graças foi realizado em Westminster Chapel no dia 6 de Abril. 
 | Depressão Espiritual
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...