quinta-feira, 17 de abril de 2014

O Deus Presente 10/14

Você pode confiar em um Deus soberano que sangra por você

Transcrição

Quando o apóstolo Paulo, por exemplo, está dando um discurso para alguns presbíteros da igreja de Éfeso, ele diz em Atos 20 que eles devem cuidar do rebanho de Deus, a igreja de Deus em Éfeso, que Deus comprou com seu próprio sangue. Isso não é notável? Deus? Com seu próprio sangue? É claro, ele poderia esmiuçar isso, ele poderia explicar só um pouco mais. Isto é, ele poderia dizer, é claro, não é o Pai Celestial, mas o Filho de Deus, Jesus, que é o próprio Deus, e por ele ser Deus, ele dá sua vida e derrama seu sangue, portanto é apropriado dizer que Deus derramou sua vida. Se você tiver que desembrulhar foi isso que ele quis dizer.
Contudo, não deixe o choque da linguagem impedir você. Esta é a ação de Deus em Cristo Jesus, no Deus-Homem. Esta não é a morte de um indivíduo humano, e nada mais. É o indivíduo humano que também era o Deus Vivo que foi pendurado naquela cruz não por ser forçado a fazer pelas circunstâncias, mas porque ele está trazendo em si mesmo todos os fios do sistema sacrificial do AT, aquele sistema de templo, trazendo-o para de si mesmo, todos os fios da queda, a promessa da semente da mulher vindo para esmagar a cabeça da serpente através de sua própria morte.
Levando o pecado e rudemente zombado,
Ele permaneceu em meu lugar condenado
Com seu sangue, o meu perdão ele selou!
Aleluia! que grande Salvador!
É apropriado falar do Deus que morre.
No fim da Primeira Guerra Mundial, a mais sangrenta, disparatada e estúpida guerra, muitos poetas ingleses; Wilfred Owen, Rupert Brook, mais um ou dois; escreveram algumas poesias muito comoventes sobre a selvageria da guerra. Uma das menores obras, era chamada de “Jesus das Cicatrizes”. E o poeta termina dizendo:
“Outros deuses eram fortes, mas tu eras fraco;
Eles cavalgaram, mas cambaleaste até teu trono;
E às nossas feridas, só as feridas de Deus podem falar.
E nenhum deus possui feridas, além de ti.”
Então quando encaramos as desolações da incerteza, quando há sofrimento e agonia em nossas vidas ou no mundo, e nos perguntamos o que Deus está fazendo e não temos respostas, e relemos o livro de Jó, essa literatura sapiencial, que vimos sessões atrás, e ouvimos Deus dizendo: “Você não entende tudo”. Nós podemos agora adicionar mais uma coisa: “Somente Deus pode falar com as nossas feridas, E nenhum deus possui feridas, além de ti.” Você pode confiar em um Deus que não é apenas soberano, mas que sangra por você. E às vezes quando não há outras respostas para sua culpa, ou seus medos, ou suas certezas, ou sua angústia, há um lugar inalterável para você ficar de pé. É o solo diante da cruz.
Por Don Carson. Copyright The Gospel Coalition, Inc. Original: The God Who is There: Part 10. The God Who Dies—and Lives Again
Tradução: Alan Cristie. Revisão: Vinícius Musselman Pimentel. Ministério Fiel © Todos os direitos reservados. Original: Você pode confiar em um Deus soberano que sangra por você – D.A. Carson [O Deus Presente 10/14]
Fonte: Voltemos Ao Evangelho 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...