domingo, 6 de abril de 2014

O Deus Presente 4/14

Cristãos São Intolerantes e Sectários?

Transcrição

Suspeito que uma das mais comuns objeções contra cristãos e contra o cristianismo no ocidente hoje em dia, é que cristãos são intrinsecamente intolerantes e de mente fechada. Eles consideram que algumas coisas são verdade, e outras não. Eles distinguem entre heresia e ortodoxia. Eles têm suas próprias regras de conduta, de moralidade, algumas coisas que eles aprovam e outras que desaprovam. Isso é arrogante. Causa divisões. Ao invés de edificar a comunidade civil e estabelecer uma sociedade genuinamente tolerante, ele tem o resultado inevitável de se mostrar sectário. E para aqueles que foram criados em algumas das mais fortes tendências pós-modernas, sob a influência de Michel Foucault, todas as reivindicações de falar a verdade, são de fato reivindicações de poder, são formas de manipulação. Ao invés de incentivar a liberdade, elas meramente produzem repressão.
E ainda assim, quando você olha as reivindicações na superfície, elas são problemáticas. Nenhuma comunidade é completamente inclusiva. Tim Keller, em Nova York, gosta de usar este exemplo: Suponha que você tenha um comitê de Gays, Lésbicas e Transgêneros em atividade em alguma cidade grande, trabalhando pela inclusão, e eles progridem muito bem juntos, e tentam fortalecer-se mutuamente. E, então, suponhamos que um de seus membros chega à reunião do comitê um dia, e diz: “Isso vai soar estranho, mas eu tive uma estranha experiência religiosa, conheci um monte de pessoas esquisitas, são cristãos, e minha vida inteira foi mudada. Eu não vejo mais as coisas da mesma maneira. Não estou convencido de que a homossexualidade seja só um estilo de vida alternativo.” E os outros dizem a ele: “Bem, achamos que você está muito errado nisso, mas suas visões são bem vindas; ainda queremos estar com você.” E enquanto as semanas passam, crescem as tensões, porque eles estão andando para direções diferentes. Eles se comprometem com diferentes valores. Até que, eventualmente, o pessoal do comitê diz para esse membro: “Sabe, você realmente não compartilha mais de nossas visões. Você está caminhando em outra direção. Suas percepções de certo e errado são diferentes das nossas. Não estamos certos de que você ainda pertença a este comitê. Achamos que será bom se você renunciar.” Eles acabaram de executar uma excomunhão.
Você vê? É impossível ser completamente e infinitamente aberto. Pois, até mesmo essa infinita abertura é predicada na hipótese de que tal abertura infinita é algo bom. De tal maneira que se alguém começa a dizer que não é algo bom ser infinitamente aberto, eles sentem que têm de rejeitar tal pessoa justamente porque não conseguem ser infinitamente abertos com a pessoa que não tem sua visão de ser infinitamente aberto. Em outras palavras, em um mundo finito, qualquer comunidade inevitavelmente há limites. Há, inevitavelmente, inclusões e exclusões.
Por Don Carson. Copyright The Gospel Coalition, Inc. Original: The God Who Is There – Part 4. The God Who Legislates
Tradução: Alan Cristie. Revisão: Vinícius Musselman Pimentel. Editora Fiel © Todos os direitos reservados. Original: Cristãos são intolerantes e sectários? – D.A. Carson [O Deus Presente 4/14]
Fonte: Voltemos Ao Evangelho 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...