quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Os puritanos e a Bíblia


A historia da igreja cristã registra a existência de um grupo de pessoas que ficaram conhecidas pelo termo PURITANOS, a maior escola cristã de todos os tempos. O puritanismo nasceu na Inglaterra no século XVI, em face da insatisfação com a reforma parcial da igreja inglesa – episcopal anglicana (neste momento há um misto de cerimônia, rituais e governo eclesiástico do catolicismo romano com a doutrina reformada). Os puritanos surgem neste contexto, acima de tudo, num movimento a favor das SAGRADAS ESCRITURAS. Para eles, a BÍBLIA, como fundamento, consistia na mais preciosa possessão do mundo, suas mais profundas convicções eram que a reverência a DEUS leva a reverência da BÍBLIA. O servir a DEUS significa obedecer a BÍBLIA SAGRADA, que é a fonte de toda sabedoria e corretos ensinamentos. Com suas mentes permeadas por esse tão forte sentimento, consideravam não haver insulto maior ao CRIADOR senão o de negligenciar SUA PALAVRA escrita.

Há pelo menos dois pressupostos puritanos a respeito da SANTA PALAVRA DE DEUS:

1º) A NATUREZA DAS ESCRITURAS.

Os puritanos tratavam a BÍBLIA como pronunciamento de DEUS. DEUS é quem tinha proferido as profecias, registrados as narrativas, exposto as doutrinas, declarado os louvores, anotado as visões que compõe as ESCRITURAS. Isso se comprova pelas palavras do puritano THOMAS WATSON quando diz: “A cada linha que leres, pensa que DEUS está falando contigo”.

2º) O ENSINO PRINCIPAL DA BÍBLIA.

Segundo os puritanos o ensino fundamental é tudo aquilo que o homem deve crer acerca de DEUS e quais deveres que DEUS requer do homem. Precisamos não ter apenas um conhecimento intelectual da BÍBLIA, mas vivê-la em tudo o que aprendemos. Pregar e viver é o testemunho fiel da PALAVRA.

Qual a importância de conhecer o que os puritanos ensinavam sobra a BÍBLIA?
Os puritanos podem, nos dias atuais, nos ajudar muito naquilo que a igreja mais precisa: MATURIDADE.

Aproveito então para citar algumas afirmações defendidas e cultivadas por estes cristãos:

1. Ser realista com relação a vida;
2. Que a religião da BÍBLIA está centrada em DEUS e não no homem;
3. O nosso interesse tem que estar baseado nas ESCRITURAS e nunca no misticismo;
4. Que o ministério pastoral é coisa séria;
5. Que somos peregrinos em terra estrangeira;
6. Que tudo que fizermos seja para a honra e glória do nosso DEUS;
7. Que a nossa teologia vive não só da mente, mas também do coração.

Qual a importância da bíblia para os puritanos?
O prefácio da bíblia de Genebra é um resumo adequado: A BÍBLIA É: 
“luz para nossos caminhos, a chave do reino do céu, nosso conforto na aflição, nossa proteção e espada contra Satanás, a escola de toda a sabedoria, o espelho no qual contemplamos a face de DEUS, o testemunho do seu favor e o único alimento e nutrição das nossas almas.” 
Estou ciente de que o artigo não abordou tudo aquilo que esses homens, OS PURITANOS, têm a nos oferecer, contudo, estou convicto de que é possível reintroduzir a BÍBLIA no cotidiano das pessoas. 

Em síntese ao que foi acima exposto, deixo o lema puritano para nossa reflexão: PUREZA NA VIDA; PUREZA NO CULTO; PUREZA NA DOUTRINA.
_________________
Por Dorgival Pedro, diácono da Igreja Congregacional de Limoeiro.
Fonte: Facebook 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...