segunda-feira, 3 de novembro de 2014

O nosso fim se aproxima


Queiramos ou não, a cada dia nos aproximamos mais do nosso fim natural. Se enquanto isso acontece não estivermos também nos aproximando de nosso fim ou propósito espiritual, seremos os mais desgraçados dos homens. Estamos apenas enganando a nós mesmos se acharmos que nos aproximamos da glória eterna nessa vida, se não estivermos, ao mesmo tempo, nos aproximando dela mais e mais em graça e santidade. Na glória eterna seremos “iguais aos anjos” (Lc 20.36).

Quando virmos a Cristo seremos semelhantes a ele (1Jo 3.2). Se odiamos a santidade agora, não a amaremos na vida por vir. Nossa glória será contemplar a face de Deus em justiça e ficar satisfeitos com a sua semelhança (Sl 17.15). Devemos procurar alcançar espiritualmente essa glória à medida que nos aproximamos do nosso fim natural. Deixar de fazê-lo é louca e intolerável negligência.

Se desejamos o céu, precisamos valorizar mais a nossa libertação do pecado do que a nossa libertação das aflições. A maioria de nós não sabe o quanto de glória há na graça, nem o quanto de céu, sobre a terra, pode ser experimentado na santidade. Mas se quisermos aperfeiçoar a santidade no temor de Deus temos de entender que é somente pela nossa semelhança e conformidade com Deus que poderemos ser úteis no mundo.

“Deus é bom e faz o bem”. Ele é a única causa e a fonte de todo o bem que achamos em toda a criação. Aqueles, pois, que são como Deus, e somente eles, são os de maior utilidade nesse mundo. Muito de bom tem sido feito por outros, como resultado de várias ideias e razões, mas há uma falha naquilo que fazem. Superstição, vanglória, egoísmo, mérito ou qualquer outra coisa que se encaixe dentro das boas obras de qualquer ímpio, e traz morte à mistura (2Rs 4.40).

Mas aquele que porta a imagem de Deus, e faz todas as coisas segundo esse princípio regente, somente ele é que é verdadeiramente útil. Somente ele é que representa a Deus naquilo que faz. Somente ele não estraga as suas boas obras por falsos motivos pessoais.
_____________________
Livro: O Espírito Santo.
Por: John Owen.
Editora: Os Puritanos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...