segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Qualificações dos Presbíteros: Não neófito

não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo. 1 Tm 3:6
Introdução

Esta é mais uma qualificação que só aparece na lista de Timóteo. Aparentemente, não faria sentido querer convertidos antigos nas igrejas de Creta (da carta de Tito) porque estas eram todas igrejas muito novas. Aparentemente a utilização de presbíteros novos na fé é algo que chegou a ser feito circunstancialmente (At 14:23), mas não é o ideal do Senhor. Presbíteros devem ser homens relativamente maduros na fé.

Grego

• Em 1 Timóteo νεοφυτοζ - neophutos

Strongs - recentemente plantado, recém convertido, neófito (alguém que tenha recentemente se tornado um Cristão)

Rienecker e Rogers recém-plantado, novo convertido, neófito

Outras versões

Outras traduções do mesmo termo em português:
Almeida Revista e Atualizada (ARA)não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo.
Nova Versão Internacional(NVI)Não pode ser recém-convertido, para que não se ensoberbeça e caia na mesma condenação em que caiu o Diabo.
Almeida Revista e Corrigida(ARC)não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo.
Nova Tradução na Linguagem de Hoje(NTLH)O bispo não deve ser alguém convertido há pouco tempo; se for, ele ficará cheio de orgulho e será condenado como o Diabo foi.
Tradução Brasileira(TB)não neófito, para que não suceda que, inchado de soberba, caia na condenação do Diabo.

Comentários

• Broadman – Uma pessoa que tem tamanha responsabilidade como a de administrar uma igreja não pode ser um novo convertido. Em outro lugar (5:22) Paulo alerta Timóteo contra ordenações precipitadas. (...) A igreja em Éfeso já devia ter mais de dez anos na época que Paulo escreveu. Ele não fez essa mesma exigência para Creta, que era supostamente uma nova missão. O perigo em um neófito, Paulo assevera, é que a coisa pode "subir à cabeça". O resultado seria que ele cairia na condenação do diabo. Essa frase difícil pode significar (1) que ele sofrerá o mesmo julgamento que o diabo sofreu quando ele se encheu de arrogância, isto é, expulsão do céu, ou (2) que ele será posto nas mãos do diabo para julgamento como ocorreu com Jó, ou (3) que ele está criticado por um caluniador, outro significado da palavra diabo. Favorecer a segunda posição é o sentido mais claro da próxima sentença (v. 7). A terceira interpretação é improvável no contexto.
• D. A. Carson Somos informados no verso seis, que ele "não deve ser neófito", para que não seja inchado com orgulho, fazendo com que a queda dele seja ainda maior. Promoção rápida, normalmente, significa desastre; ele cai sob a mesma condenação que o diabo; já que este elevou-se a si mesmo em orgulho contra Deus. Mas esta é, não obstante, uma categoria relativa. Por exemplo, no livro de Atos, Paulo sai pelo que hoje é o sul da Turquia e planta várias igrejas lá, e então, no retorno, ele designa presbíteros em cada lugar. Não há como esses cristãos terem sido crentes por mais que alguns meses; isso é o que a cronologia exige quando Paulo designa presbíteros em cada lugar. Seria impróprio designar tais pessoas como presbíteros na Igreja Batista Capitol Hill. Essa igreja é formada, em parte, por cristãos que são crentes há muito tempo, com muita experiência.

Eu fui criado no Canadá francês, e durante os anos difíceis, tão recentes quanto 1972, em uma população de 6,5 milhões de pessoas, havia um total de cerca de trinta e cinco igrejas evangélicas. Apenas uma ou duas delas tinham mais de trinta ou quarenta pessoas em uma manhã de domingo. Eram trabalhos pequenos, principalmente apoiados por dólares canadenses ingleses. Então, entre 1972 e 1980, essas trinta e cinco igrejas cresceram para aproximadamente quinhentas - em oito anos. Algumas dessas igrejas tinham centenas de pessoas. Eu fui pregar em uma igreja no Canadá francês e descobri que não havia uma única pessoa no local que tinha sido cristão por mais de dezoito meses. Nesse tipo de situação, os presbíteros eram as pessoas que tinham sido cristãos durante dezesseis ou dezoito meses, porque eles eram mais velhos no Senhor do que qualquer outra pessoa na igreja. Assim, naquele tipo de expansão missionária, "não neófito" significa algo relativamente diferente do que significa em uma igreja estabelecida há tempo. Ainda assim, "não neófito" é um princípio importante, mesmo que tenha que ser aplicado de diversas maneiras.
• Jamieson, Fausset e Brown a pessoa recém-convertida. Isso prova que a igreja de Éfeso já estava agora estabelecida há algum tempo. A ausência desta regra na Epístola a Tito, está de acordo com a plantação recente da igreja em Creta. Grego - "neófito", literalmente: "uma planta jovem"; exuberantemente verde (Rm 6:5; 11:17; 1 Co 3:6). O jovem convertido ainda não foi disciplinado e amadurecido por aflições e tentações. Contraste com At 21:16, "velho discípulo".
• João Calvino –Não um noviço. Havia muitos homens de habilidade e erudição distintos que foram trazidos à fé naquele tempo. Paulo proíbe que tais pessoas sejam admitidas ao ofício de bispo assim que eles fizessem uma profissão do cristianismo. E ele indica quão grande seria o perigo; pois é evidente que eles são geralmente vãos, e cheios de ostentação, e, em conseqüência disso, arrogância e ambição os dirigirão apressadamente. O que Paulo diz nós experimentamos: porque "noviços" não só tem fervor impetuoso e ousadia corajosa, mas também são cheios de uma confiança tola, como se eles pudessem voar além das nuvens. Por conseguinte, não é sem razão que eles estão excluídos da honra de um bispado, até que, no decorrer do tempo o temperamento orgulhoso deles seja subjugado.

Para que não caia na condenação do diabo. O julgamento ou condenação do diabo pode ser interpretado de três modos; porque alguns acham que diabolos aqui significa Satanás; e outros, que significa caluniadores. Eu dou preferência para a primeira; porque raramente acontece que "julgamento" significa calúnia. Mas novamente, "o julgamento de Satanás" pode ser tomado tanto ativamente quanto passivamente. Este segundo sentido é adotado por Crisóstomo, com quem eu concordo de boa vontade de que há um contraste elegante, que acentua a enormidade do caso: "Aquele que é colocado sobre a igreja de Deus e cai, por seu orgulho, cai na mesma condenação do diabo". Contudo eu não rejeito o significado ativo, qual seja, que ele dará ocasião ao diabo de acusá-lo. Mas a opinião de Crisóstomo está mais correta.
• John Gill Ou alguém plantado recentemente, a versão arábica acrescenta: "na fé"; não significando um homem jovem, porque isso o próprio Timóteo era; mas um novo adepto e membro de igreja; um que chegou recentemente ao conhecimento da verdade e há pouco abraçou e professou a fé e tornou-se um membro da igreja, uma nova planta ali (...) A razão por que tal pessoa não deveria ser bispo, presbítero ou pastor de uma igreja, é "para não suceder que se ensoberbeça" - pela dignidade do ofício em que ele é colocado e a opinião elevada dos homens e os grandes dons que o qualificam para tal posição, que supõe-se que ele tem; porque o orgulho por causa disso tudo pode se infiltrar e avolumar-se e exaltar as mentes especialmente de adeptos jovens; de forma que há o perigo dele "incorrer na condenação do diabo", ou "do maldizente", como a palavra é traduzida em 1 Tm 3:11 e o sentido é então, que ele não deveria ser censurado e condenado por aqueles que são dados à calúnia e detração e que ficam felizes por qualquer oportunidade de repreender e vilificar os ministros da palavra. Mas é melhor entender que está se referindo a Satanás; e então o significado é, para que não caia sob a censura e condenação do acusador dos irmãos; ou então para que não ele entre na mesma condenação e castigo em que o diabo caiu, seus crimes sendo semelhantes. Porque parece conseqüentemente que o orgulho foi o primeiro pecado do diabo e a causa da apostasia dele de Deus; sendo soberbo com o seu próprio conhecimento, força e dignidade; e não podendo suportar, que a natureza humana pudesse ser colocada acima dos anjos.
• John MacArthur Colocar um novo convertido em uma posição de liderança o levará a ser tentado pelo orgulho. Presbíteros, portanto, devem ser tirados dos homens espiritualmente maduros da congregação. cair na condenação do diabo - A condenação de Satanás ocorreu devido ao orgulho por sua posição. Isso resultou na sua queda da honra e autoridade (Is 14:12-14; Ez 28:11-19; cf. Pv 16:18). O mesmo tipo de queda e julgamento poderia facilmente ocorrer com um novo e frágil crente posto em uma posição de liderança espiritual.
• Matthew Henry Ele não deve ser um noviço, alguém recentemente trazido à religião cristã ou alguém que é apenas mediocremente instruído nela, que não sabe sobre a religião do que a superfície dela, porque tal pessoa está sujeita a exaltar-se com orgulho. Quanto mais ignorantes os homens forem, mais orgulhosos serão. Para que não, ensoberbecendo-se com orgulho, ele caia na condenação do diabo. Os demônios caíram por orgulho o que é boa razão por que nós deveríamos prestar atenção no orgulho, porque é um pecado que transformou anjos em demônios.
• New American Commentary –O termo "novo convertido" quer dizer ser "recém-plantado", ou seja, recentemente convertido. A condição de ser um noviço tem mais a ver com a idade espiritual do que com a idade cronológica. Igrejas não puderam levar a cabo a proibição de usar um novo convertido nos primeiros anos de suas existências. Só os primeiros convertidos poderiam assumir o ofício onde o evangelho tinha aparecido recentemente (Atos 14:23). Por fim seria importante selecionar líderes com suficiente maturidade para evitar as armadilhas do orgulho. O perigo de designar um recém-convertido para uma posição de liderança é que ele pode se tornar uma vítima da vaidade que vem com a importância da sua nova posição. Ser "arrogante" (typhoo) significa ser cego. O orgulho em uma posição proeminente produz uma cegueira que embota a vigilância espiritual.

A referência a cair "sob o mesmo julgamento que o diabo" é traduzida literalmente do grego como "o julgamento do diabo". Essa frase literal tem duas interpretações diferentes possíveis. Pode referir-se ao julgamento que o diabo recebe ou o julgamento que o diabo causa. A tradução da NVI sugere que a primeira interpretação é preferível. A tradução da Nova Bíblia em Inglês ("um julgamento tramado pelo diabo") reflete a segunda interpretação. Fee segue a primeira interpretação, sugerindo que o julgamento é aquele dado ao diabo pela morte e ressurreição de Cristo (cf. Apocalipse 12:7.17; 20:7.10). Porém, Kelly mostra que esta interpretação não nos prepara para o papel do diabo colocando uma armadilha no v. 7. Naquele versículo Paulo descreve Satanás como fixando uma armadilha para o bispo imprudente. Parece melhor tomar as referências em ambos os versos 6 e 7 como condenações ou armadilhas espirituais que Satanás causa. Pessoas orgulhosas ficarão cegas para o trabalho de Satanás e cairão em derrota, dificuldades e ruína (cf. 1 Tim 6:9, onde Paulo descreveu a progressão de cair, ficar preso a ciladas, e se afogar). Esta é uma condenação que Satanás pode infligir em líderes espiritualmente insensíveis. Embora a negação de Cristo por Pedro não tenha sido por causada por orgulho, ela exibiu uma arrogância e vaidade que vieram da cegueira diante da obra de Satanás ( Mt 26:30-35).
• William MacDonald Um recém-convertido ao cristianismo ou alguém imaturo na fé esta desqualificado para a função de bispo. O trabalho requer homens com experiência e entendimento na fé. O perigo é um principiante se ensoberbecer e incorrer na mesma condenação do diabo. Condenação do diabo significa não o julgamento que Satanás acarreta ao homem, mas o que recai sobre o próprio Satanás por causa de seu orgulho. Ele procurou uma alta posição para a qual não estava qualificado, e, como conseqüência, foi rebaixado.
Conclusão

É um verdadeiro perigo colocar homens que são novos na fé ou que, como nos lembra Matthew Henry, mesmo com muito tempo de igreja nunca deixaram de ter um entendimento superficial da fé. Todo líder corre o risco de cair na armadilha do orgulho, mas com neófitos isso é praticamente certo que acontecerá. Há necessidade, portanto, de avaliar a maturidade cristã geral do candidato a presbítero para que não se imponha as mãos sobre ele precipitadamente (1 Tm 5:22), trazendo grave risco para a vida do irmão e para toda a igreja.

Fica claro nos comentários acima que nunca houve pleno acordo quanto à condenação do diabo (se é voz ativa ou passiva). Parece prudente ficar com a opinião de Calvino. De qualquer maneira, fica bem clara a gravidade da situação, independentemente da interpretação.

Notas
Comentário Bíblico Popular – Novo Testamento – William MacDonald – Ed. Mundo Cristão
The Broadman Bible Commentary – Broadman Press
The MacArthur Bible Commentary – Thomas Nelson Publishers
Bíblia OnLine 3.00 – SBB
Definindo o que são presbíteros – artigo de D.A.Carson - http://www.bomcaminho.com/dac001.htm
The New American Commentary – Broadman Press
Chave Linguística do Novo Testamento Grego – Ed. Vida Nova

Tradução (onde necessário): Juliano Heyse
Fonte: Bom Caminho
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...