sábado, 14 de março de 2015

Pai nega orientação de aborto, cuida e leva filho para prova de triatlo


A criança nasceu com hidrocefalia e má formação óssea da coluna

Elkier das Neves não teria nascido se o seu pai, José Rosa das Neves, tivesse aceitado o conselho médico e autorizado o aborto aos sete meses de gravidez. A mãe, estava aflita com a revelação feita por uma ecografia: o bebê tinha hidrocefalia e uma má formação óssea da coluna.

“Ele me chamou para informar que precisaria ser feito um aborto e eu não fui. Falei para a minha ex-mulher: ‘Nem vou falar com ele’. Aquilo era um absurdo. Pensei: independente de como vier, eu vou cuidar”, revelou o homem para o Globo Esporte.

José não quis ir até o médico falar sobre a interrupção da gravidez e Elkier nasceu. O casal teve outros dois filhos, sem problemas de saúde, mas nove meses após o nascimento da terceira crianças eles se separaram e José passou a cuidar de Elkier, Ildyane e Luís Iran, os filhos.

Mas apesar de todos esses problemas financeiros e de saúde, José e Elkier sempre foram muito ligados e o pai, que sempre praticou esportes, resolveu levá-lo consigo para os treinos e competições.

“Resolvi empurrar a cadeira numa corrida em 2013. Toda vez que passávamos pelo público ele ficava feliz com os aplausos. Aquilo era demais”, diz o pai feliz em ver a reação do filho.

Foi assim que ele resolveu treinar e levar Elkier com ele nas provas de triatlo. Em 2014 José nadou e correu com o filho e só o deixou na área de transição durante o ciclismo, por não ter um equipamento apropriado para levá-lo.

Mas este ano pai e filho competiram em Caiobá (PR) em uma prova do SESC e ali Elkier e José fizeram os três circuitos: natação, pedalada e corrida juntos, chamando a atenção de quem acompanhava o torneio.
______________
Por Leiliane Roberta Lopes
Fonte: Gospel Prime
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...