quinta-feira, 9 de abril de 2015

Como lutar contra o desejo e o pecado sexual

(...) Eu vou dizer algo sobre isso que é óbvio pra todos vocês. Se você, de repente, parasse de desejar essas coisas, isso resolveria o problema… não é mesmo? Se todo o desejo simplesmente fosse tirado de você, isso resolveria. Só pense sobre isso. O fato é que esse tipo de atração, esse tipo de desejo, esse tipo de atração, esse tipo de tentação que nós sentimos, tentação ao que quer que seja, ao sexo oposto ou ao mesmo sexo… Claro, você não sente atração por uma árvore à beira da estrada. Existem todos os tipos de objetos nesse mundo pelo quais não temos nenhuma atração. Você não tem problemas com isso. Você não tem nenhum problema onde não existe atração. Se você pudesse simplesmente apertar um botão e desligar esses desejos…

E na verdade, no Cristianismo, não é isso que acontece? Não é simplesmente desligar um interruptor. Se simplesmente chegássemos a um ponto no qual nosso desejo fosse diminuído… Ou outro desejo fosse aumentado… Então nós estaríamos consertando o problema. Não é isso o que tem que acontecer? Você sabe, porque as pessoas caem no pecado sexual? Por causa daquela atração, aquela tentação que é suficientemente forte exatamente naquele momento, aí eles simplesmente se entregam, dão passagem para aquele desejo. Eles não têm nenhum outro desejo que seja maior naquele momento para o segurarem de cair. Aquilo se torna o maior desejo. Aquilo se torna o engano, não é mesmo? E com essas coisas, que são desejos enganosos [“concupiscências do engano” cf. Ef 4:22-24] Quer dizer, é isso que temos em Efésios. Fala sobre despojar-se do velho homem [Ef 4:22], que pertence à sua antiga forma de vida. E fala sobre esses desejos. Eles são corrompidos. Eles são enganosos. Eles são desejos enganosos. Por quê esse desejo é enganoso? Porque ele te promete algo e exatamente naquele momento você acredita naquela promessa. E você é atraído para aquela promessa que o desejo te faz de obter satisfação, promessa de prazer, e nada naquele exato momento é mais forte. É por isso que você cede e cai. É por causa disso que as pessoas caem nesse desejo enganoso. É como se nada mais importasse! Mas se você chegar a um ponto onde exista algo que outra coisa importará mais do que esse desejo? (...)


Por Tim Conway
Fonte: I'll Be Honest
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...