sábado, 18 de julho de 2015

Lutando por certeza numa época de engano.

Dr. David Martyn Lloyd-Jones chamou a desconfiança moderna em relação à polêmica "um modo de pensar muito frouxo, falso e negligente"...

A atitude de muitas pessoas parece ser: "Não desejamos estes argumentos. Dê-nos a mensagem simples, o evangelho simples. Apresente-a de modo positivo e não se preocupe com as opiniões dos outros."

Ele respondeu assim a esses sentimentos:
"É importante reconhecermos que, se falarmos daquela maneira, estamos negando as Escrituras. As Escrituras estão repletas de argumentos, repletas de polêmica".
Ele continuou:
A desaprovação da polêmica na Igreja Cristã é uma questão muito séria. Mas essa é a atitude da época em que vivemos. A ideia que prevalece hoje, em muitos círculos, é a de "não nos preocuparmos com estas coisas. Uma vez que somos cristãos de qualquer jeito, de algum jeito, tudo está bem. Não argumentemos a respeito de doutrina, sejamos todos cristãos unidos e falemos sobre o amor de Deus." Isto é, realmente, o alicerce da ecumenicidade. Infelizmente, essa atitude está entrando sorrateiramente também nos círculos evangélicos, e muitas pessoas dizem que não devemos ser muito exatos a respeito destas coisas... Se você pensar assim, está censurando o apóstolo Paulo, afirmando que ele estava errado e, ao mesmo tempo, criticando as Escrituras. As Escrituras argumentam, debatem e disputam; estão repletas de polêmica.
Em seguida, Lloyd-Jones acrescentou este qualificador útil:
Deixemos claro o que queremos dizer. Isto não é argumentar por amor ao argumento; não é uma manifestação de um espírito argumentativo; também não é a satisfação de nossos preconceitos. As Escrituras não aprovam isso e, além disso, levam muito a sério o espírito com que participamos de uma discussão. Ninguém deve gostar de uma discussão por amor à discussão. Devemos sempre lastimar essa necessidade. Mas, embora a lastimemos e a deploremos, quando achamos que um assunto vital está em jogo, devemos entrar numa discussão. Devemos "batalhar diligentemente", pela verdade, e o Novo Testamento nos convoca a isso.
______________
Por John Fullerton MacArthur Jr.
Livro: A Guerra pela Verdade, p. 230.
Adquira em: Editora Fiel
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...