sábado, 15 de agosto de 2015

Beleza imperecível

Há algum tempo um leitor deste site¹ perguntou se eu poderia responder a uma preocupação de sua vida. Ele estava cortejando uma moça e começando a pensar em casamento, mas de repente descobriu que não se sentia mais atraído por ela. Era uma jovem piedosa e o tipo de mulher com a qual ele se via casando. Mas então ele olhou para ela, e viu que a atração física tinha simplesmente desaparecido. O que ele poderia fazer? O que deu errado? Michael McKinley abordou recentemente uma questão muito similar em seu blog,² de forma que começarei com os seus pensamentos, e então adicionarei os meus.

Eu encorajei esse jovem a fazer três coisas:

Olhe para o espelho. Comece dando uma olhada no espelho. “É improvável que a barriga que paira sobre a cintura de sua bermuda represente a ideia dela sobre perfeição masculina. E mesmo que as mulheres sejam menos apegadas a aparências físicas, você provavelmente não é tão pouco a conexão romântica e emocional com a qual ela tem sonhado durante toda a vida”. Exatamente! Cheira a orgulho olhar para esta mulher, criada por Deus à sua imagem, e determinar que ela não faz jus aos seus padrões. Os homens estão frequentemente buscando um ideal de perfeição física, mesmo que eles estejam longe do equivalente masculino. Por que começar com o espelho? Porque, como Michael coloca, estamos ao todo tempo fazendo concessões. Aquele pacote completo que é perfeito em todos os aspectos — do físico ao espiritual, bem como na esfera do caráter — essa pessoa não existe; e se existir, você ainda não se deparou com ela.

Olhe para o seu caráter. Tenho escrito regularmente, e com a maior franqueza que posso, sobre homens jovens e sua dedicação à pornografia. A pornografia está dando aos jovens uma visão completamente irrealista das mulheres, elevando o físico e ignorando completamente todas as questões de caráter. Você já assistiu um vídeo pornográfico que enfatizou a beleza de caráter? Exatamente! É ridículo sequer imaginar isso. Cinco ou dez ou 20 anos de dedicação à pornografia convencerá você que apenas a beleza e a sensualidade manterá o seu interesse em longo prazo. Todavia, nada poderia estar mais longe da verdade. Precisa de prova? Simplesmente olhe para esses velhos decadentes que se casam com atrizes belas, apenas para se cansarem delas alguns meses depois. Nenhuma quantia de beleza pode superar um caráter azedo!

Olhe para a Bíblia. Melhor de tudo, olhe para a Bíblia. Leia o livro de Provérbios três ou quatro vezes. Aqui está um livro inteiro dedicado aos homens jovens; assim, leia Provérbios e veja o que ele diz sobre escolher uma esposa. Do começo ao fim ele contrastará a esposa sábia com a tola, mostrando como a esposa ideal é marcada, não por perfeição física, mas pela beleza imarcescível do caráter piedoso. Eventualmente você chegará a Provérbios 31.30 e lerá: “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada”. Nosso Deus é um Deus de beleza e ele considera a atração física muito, muito inferior ao que Pedro se refere como “o incorruptível trajo de um espírito manso e tranquilo, que é de grande valor diante de Deus” (1 Pedro 3.4). Se você escolher beleza acima de caráter, você é um tolo. 

A realidade é que a beleza física é atrativa, maravilhosa e um reflexo do caráter de Deus, mas neste mundo ela é algo fugaz e perecível. Você pode se casar com uma mulher que é fisicamente perfeita de todos aspectos, mas ela estará sempre há apenas um problema, enfermidade ou acidente de distância de uma desfiguração. Então somente o caráter permanecerá — caráter que pode ser doce e alegre, ou caráter que pode crescer em amargura e ressentimento.

A atração física tem algum papel no casamento? Certamente que sim. É algo importante. Mas a importância é bem, bem pequena em comparação ao caráter. Eis aqui o cerne do problema: se você não puder ser atraído à beleza de caráter, você não permanecerá atraído à beleza física. Assim, eis a pergunta: você deve continuar a cortejar essa moça piedosa que simplesmente não é atraente o suficiente para você? Não estou preocupado contigo, mas com ela. Eu não te aconselharia a parar de cortejá-la, mas poderia adverti-la a correr de você!
______
Por Tim Challies
Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto
¹ www.challies.com
² http://www.9marks.org/blog/choose-be-attracted-your-wife-or-potential-wife
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...