segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Nota: Aos que leram...


Olá irmãos, o link sobre a notícia da Igreja Hillsong foi revertido para rascunho, até recebermos uma resposta... Apesar de que, tais casos já não são mais novidades no meio evangélico, é irresponsabilidade nos posicionarmos numa notícia, quando a mesma possui pontos não esclarecidos; assim, devido a postagem apresentar-se dúbia para alguns, levando a pensar que é a posição da igreja, num todo, o que sabemos que não é, e, também, o posicionamento de alguns membros, ficamos por aguardar uma resposta, confiável e honesta sobre o assunto.

Em meio à questão fica-nos as palavras de Lloyd-Jones:
"A ideia que prevalece hoje, em muitos círculos, é a de 'não nos preocuparmos com estas coisas. Uma vez que somos cristãos de qualquer jeito, de algum jeito, tudo está bem. Não argumentemos a respeito de doutrina, sejamos todos cristãos unidos e falemos sobre o amor de Deus.' Isto é, realmente, o alicerce da ecumenicidade. Infelizmente, essa atitude está entrando sorrateiramente também nos círculos evangélicos, e muitas pessoas dizem que não devemos ser muito exatos a respeito destas coisas... Se você pensar assim, está censurando o apóstolo Paulo, afirmando que ele estava errado e, ao mesmo tempo, criticando as Escrituras. As Escrituras argumentam, debatem e disputam; estão repletas de polêmica."
Que não sejamos levados pela enxurrada do esfriamento e relativismo. Muitos cristãos de hoje tendem a comprometer o ensino e o padrão bíblico, devido a pressão que sofrem. John MacArthur, nos dá uma importante reflexão para os dias atuais:
"A fé que 'uma vez por todas foi entregue aos santos' (Jd 3) muitas vezes é transformada num cata-vento: gira com qualquer vento de mudança. Qual é a fonte suprema de autoridade em sua vida? Quando se depara com um conflito entre o ensino bíblico e uma ideia contemporânea, o que você faz? Reinterpreta a Bíblia, ou rejeita a idéia nova? Você esta disposto a defender a Palavra de Deus? Estude o Salmo 19.7-11 e veja como Deus descreve sua Palavra e determine apoiar-se nela."
A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma;
o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices.
Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração;
o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos.
O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente;
os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente.
Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino;
e mais doces do que o mel e o licor dos favos.
Também por eles é admoestado o teu servo;
e em os guardar há grande recompensa.
Salmos 19:7-11

Optamos por não deixar os links e fontes da notícia.
Retornamos, com a matéria, em breve.

****
Revista Monergista
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...