quinta-feira, 21 de abril de 2016

“E por isso também gememos...”

“Um 'suspiro' é uma declaração inarticulada, e um clamor indistinto para o resgate. Às vezes, os santos são atacados e perturbados, e não podem falar numa linguagem comum às suas emoções: onde as palavras lhes faltam, os pensamentos e sentimentos de seus corações se expressam nos suspiros e clamores. 
Os trabalhos do coração de um cristão debaixo da pressão do pecado que habita nele, as tentações de Satanás, a oposição dos ímpios, a carga de uma sociedade desagradável, a impiedade do mundo, a vida de submissão à causa de Cristo na Terra, são descritos de forma variada nas Escrituras. Às vezes, fala-se de estar 'contristado' (1 Pedro 1.6), de clamar 'das profundezas' (Salmo 130.1), de 'rugir' (Salmo 38.8), de 'desmaiar' (Salmo 61.2), de estar 'perturbado' (Salmo 88.15). As inquietações e angústia de sua alma são descritas como 'gemidos' (Romanos 8.23).
Os gemidos do crente não somente são expressões de tristeza, como também de esperança, da intensidade de seus desejos espirituais, de sua busca por Deus, e seu desejo ardente pela bem-aventurança que eles esperam do alto – 'E por isso também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu… Porque também nós, os que estamos neste tabernáculo, gememos carregados; não porque queremos ser despidos, mas revestidos, para que o mortal seja absorvido pela vida' (2 Coríntios 5.2,4). 
Provações da alma deste tipo são peculiares para os regenerados, e através delas o cristão pode identificar-se a si mesmo. Se o leitor agora é tomado por tristeza e suspiros, como um estrangeiro em sua própria terra, então pode-se assegurar que você já não está morto em pecado. Se você se encontra gemendo devido à infecção de seu coração e àquelas obras da corrupção interior que atrapalham o amor perfeito, e de servir sem interrupção a Deus como você deseja fazê-lo, isto é prova de que um princípio de santidade já foi comunicado à sua alma. Se você geme devido às concupiscência de sua carne contra este começo de santidade, então você deve estar vivo para Deus.”
______
Por A. W. Pink (1886-1952) | Studies in the Scriptures
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...