quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Viver aquilo que se conhece

Nos dias de hoje, especialmente dentro do campo reformado, existem pessoas que estão preocupadas em obter o maior número de conhecimento possível. Para essas pessoas o que vale é ter conhecimento cognitivo. Entender pontos difíceis como escatologia, teologia pactual, calvinismo é mais importante do que viver aquilo que as Escrituras dizem em relação ao viver para glória de Deus. Esses tomam para si o título de conhecedores do evangelho ou até mesmo defensores dele, mas não vivem metade daquilo que professam, pois, o saber é mais importante do que o viver segundo eles.

Alguns desses vivem vidas mascaradas. São crentes nos debates intensos, mas vivem longe da santidade, piedade e amor por Deus e pelo próximo. Parece que a teologia que tanto estudam não mudam nenhum pouco a maneira em que andam neste mundo. Não oram, não leem a Bíblia e muito menos procuram ser aquilo que em Cristo o próprio Deus os capacita a ser.

Confesso que em muitas coisas ainda tenho que ser moldado por Deus. Em muitos casos não consigo amar o próximo como deveria, mas creio que Deus está trabalhando em mim para que isso seja possível. Essa é sua vontade revelada em sua Palavra. O meu desejo é satisfazer aquele que me arregimentou ( 2 Tm 2.4). Luto contra os meus impulsos carnais, pois, creio que Deus assim deseja (Cl 3.5-10; 1 Cor 9.27). Sim, teremos falhas, mas elas devem ser confessadas e no poder de Deus, que é o Evangelho, abandonadas para que vivamos para sua glória (1 Co 10.31). Meu exemplo é uma amostra de que as Escrituras revelam quem sou, e ao mesmo tempo me convocam a viver para agradar a Deus.

O que mais deve importar para mim e para você não é ter um grande conhecimento, isso é muito válido, mas sim viver “ de modo digno da vocação a que fostes chamados” Ef 4.1. Para isso o conhecimento das Escrituras é necessário, mas não podemos estacionar só na assimilação do conhecimento. Devemos nos esforçar, crentes de que é Deus que efetua em nós a capacitação e a eficácia de viver em santidade e para louvor da sua glória (Fp 2.12-13).


Antes de terminar quero chamar você a um autoexame pessoal. Questione a si mesmo. Veja se aquilo que você está estudando serve para vencer debates, ou viver para glória de Deus. Pense em qual é a razão de você estudar teologia. Está desejando conhecer para ser conhecido, ou desejoso de conhecer para adorar a Deus da maneira que ele lhe instrui em sua Santa Palavra. Assim, ore e peça auxílio a Deus. Eu e você podemos estar estudando e deixando Deus, e sua vontade fora de nossos esforços cognitivos. Viver para Deus é essencial. Para isso o que o apóstolo nos ensina é de extrema importância “ Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” 2 Tm 2.15. 

Autor: Wellington Leite (Toddy)

Soli Deo Gloria
Leia Mais ►
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...